Decisão Judicial suspende a realização de exames supletivos por escola privada

justica

No cumprimento de Decisão Judicial Monocrática do JUIZ JOÃO BATISTA BARBOSA da 6ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA CAPITAL, prolatada nos autos do AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2000713-93.2013.815.0000, concedendo o efeito suspensivo em caráter de urgência, requerido pelo ESTADO DA PARAÍBA, contra decisão interlocutória do referido Juízo, proferida nos autos da AÇÃO ORDINÁRIA de nº 0027637-89.2013.815.2001, proposta pela SOCIEDADE DE ENSINO WANDERLEY LTDA. O PRESIDENTE DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DA PARAÍBA, Professor Flávio Romero Guimarães, fez publicar a Resolução Ad Referendum do Plenário de nº 234/2013, datada de 18 de Outubro de 2013.

A norma revoga a Resolução CEE/PB nº 129, datada de 01 de agosto de 2013, que autorizava, pelo período de 02 (dois) anos, contados de 17 de novembro de 2011, a realização de Exames Supletivos do Ensino Fundamental e Médio pela Sociedade de Ensino Wanderley Ltda. (Colégio Getúlio Vargas), localizado na cidade de João Pessoa – PB.

A Resolução, também, torna sem validade os Exames Supletivos do Ensino Fundamental e Médio, aplicados pela Sociedade de Ensino Wanderley Ltda. (Colégio Getúlio Vargas), após a vigência da presente Resolução, se for o caso.

O Ad Referendum da Presidência foi aprovado na Sessão Plenária de 24/10/2013.

Enviar por email Enviar por email
© 2019 Todos os direitos reservados. CEE/PB Núcleo de Tecnologia da Informação.
''